Este site é pessoal e tem o foco principal, nas notícias e fatos de interesse de nosso povo e das nossas coisas. Então, significa que não temos equipe e nem tempo para informar tudo o que acontece em Baião e região, ficando ao nosso critério divulgar as informações mais relevantes.
"Vote na enquete, assista os vídeos, deixe seu comentário e divirta-se."
Loading...

quinta-feira, 30 de julho de 2015

SEMANA ESTUDANTIL DE ARAQUEMBAUA - 2015

SEMANA ESTUDANTIL DE ARAQUEMBAUA - 2015
Conheça este belo lugar em Baião.

Vista aérea da vila

Modalidade, natação masculino

 A torcida
 Modalidade, barco a remo

Praias
 Chegada dos atletas
Vista aérea, vendo a igreja Católica e ao fundo o rio que passa em frente a vila.
Modalidade, Canoagem feminina

Modalidade, natação masculino

Modalidade, futebol


quarta-feira, 29 de julho de 2015

HOMICIDIO EM MOCAJUBA

HOMICÍDIO EM MOCAJUBA
 Vítima: Emerson
Na madrugada do dia 29 de julho, por volta das 04h , na Trav Humberto Martins, em frente ao estádio Municipal, fim de festa do SUPER POP,   EMERSON ANDERSON LINHARES SANTA ROSA, 23 anos, natural de São Caetano de Odivelas (estava a pouco tempo em Mocajuba na Trav Teófilo Otonni /Centro) ,
foi vítima de homicídio, onde o  KESI JHONES MEIRELES DE OLIVEIRA, 20 anos, (neto do Marciano), residente na Rua Cabo Analdo/B Novo, com uma faca o acertou uma perfuração fatal, pelas costas, a altura do pescoço...O acusado disse, horas antes,  que ANDERSON estaria com um revólver na festa, porém a PM fez abordagem e nada foi encontrado...No decorrer da festa, um segurança tirou o autor do homicídio  da festa, que por sua vez esperou a vítima até o término do evento...Pelo levantamento feito dias antes,  não se tem informações sobre passagens da vítima pela policia, um policial civil que estava no local, ainda tentou deter o criminoso, mas não obteve êxito, pois empreendeu fuga numa moto em destino ignorado...Não sabemos precisar o motivo que ocasionaram o delito. No início da noite de 29/09, outra vítima fatal, perdeu a vida, ele era conhecido por "Gito". Detalhes logo mais.
Fonte: Via WhatsApp

CRIANÇADA NA ROÇA da escola Sítio do Pica Pau Amarelo.

CRIANÇADA NA ROÇA
da escola Sítio do Pica Pau Amarelo.






















ÍNDIOS LIBERAM A TRANSCAMETÁ

ÍNDIOS LIBERAM A TRANSCAMETÁ

A BR-422 ficou interditada durante quase todo o dia de 27/07. Índios Assurinis do Tocantis resolveram logo nas primeiras horas da manhã, fechar a BR-422 que liga os municípios de Tucuruí e Cametá. O objetivo deles era chamar a atenção das autoridades para dar explicação sobre dois líderes da aldeia Trocará que foram presos desde o dia 01 de julho.





De acordo com um dos líderes do movimento Sawarawia, há 27 dias que eles não tem informações sobre o cacique Puraké e Oliveira Assurini. Ambos foram presos acusados de participarem de extração ilegal de madeira na reserva indígena Trocará. Os dois permanecem presos na capital do estado.

Hoje(27), durante todo o dia, um trecho da rodovia Transcametá ficou fechada. Somente ambulâncias, viaturas da polícia, do Instituto Médico Legal (IML) e viaturas do corpo de bombeiros estavam autorizados a passar.



Após uma negociação com a polícia, os índios liberaram a via, mas não descartam a possibilidade de novas ocupações. De acordo com um indígena, uma comissão será recebida por representantes do Ministério Público Federal durante a manhã desta terça-feira(28). Os índios informaram que se não tiverem uma resposta positiva sobre o assunto, a via será ocupada mais uma vez.


A interdição deixou centenas de motoristas esperando de um lado e do outro da via. Muitos deles acabaram se estressando em ter que esperar, a polícia teve que permanecer no local para evitar confronto entre índios e homens brancos.
Reportagem: Paco Martins
http://www.sistemafloresta.com.br/floresta-news/apos-um-dia-inteiro-de-interdicao-indios-liberam-br-422-em-tucurui/

segunda-feira, 27 de julho de 2015

ÍNDIOS FECHAM TRANSCAMETÁ

ÍNDIOS FECHAM TRANSCAMETÁ

O fechamento da BR 422 aconteceu por volta das 11h da manhã desta segunda-feira(27) na altura do km 20 da rodovia Transcametá, na ponte conhecida como “Ponte dos Índios”. Pedaços de madeira, galhos de árvore e pneus foram usados para fechar a via em três lugares. A rodovia liga os municípios de Tucuruí a Cametá.


De acordo com Sawarawia, uma das lideranças da aldeia. A prisão de Puraké e Oliveira Assurini, são injustas. Os dois índios estão presos há 27 dias na capital do estado. Eles são acusados de participarem de uma extração ilegal de madeira na reserva indígena Assurinis do Tocantis.
Sawarawia diz que uma outra situação muito parecida aconteceu cerca de 15 anos atrás, mas na ocasião nenhum índio foi preso. Ele disse ainda que na época a madeira foi extraída na mesma região e sumiu durante o processo de investigação.


Sem nenhuma informação sobre os dois índios presos, eles decidiram protestar, fechando a BR, afim de pressionar a justiça a dar algum parecer sobre o assunto. Ainda de acordo com o líder do protesto, eles irão permanecer no local, até que tenham uma resposta da justiça ou de alguma instituição que possa dar informações concretas sobre dos índios presos.
Motoristas de carros particulares e coletivos aguardavam a liberação, outros optaram por cancelar a viagem. Apenas ambulâncias, viaturas da polícia, do IML e viaturas do corpo de bombeiros estavam autorizados a passar.

Matéria: Paco Martins
http://www.sistemafloresta.com.br/floresta-news/indios-fecham-br-422-em-tucurui/

PREFEITO DE MOCAJUBA JOSÉ ANTÔNIO CASTRO INVESTIGADO PELA JUSTIÇA

PREFEITO DE MOCAJUBA JOSÉ ANTÔNIO CASTRO

TERIA COMETIDO ATOS DE IMPROBIDADES ADMINISTRATIVAS
José Antônio Macedo de Castro
Foto: Reprodução internet

A contar pelo número de processos correntes na comarca de Mocajuba contra José Antônio Castro, interino, ele terá que fazer valer seus poderes  pretendidos de Boto - diante da justiça da cidade. Segundo a lenda, encanta (mundia) as mulheres. talvez usando tais poderes o prefeito em exercício consiga reverter o atual quadro jurídico contra ele e  sair ileso diante de tantos processos judiciais por conta da forma de uso dos recursos públicos mocajubenses.
Há na comarca de Mocajuba (PA) vários processos contra Jose Antônio Macedo de Castro por conta de ações do período em que comandou a prefeitura de Mocajuba (PA) no afastamento "anterior" de Rosiel Costa (PR). Muitos acreditavam tratar-se apenas de uma espécie de pendenga entre o prefeito eleito e seu vice e ex-aliado e  agora inimigo declarado.  Contudo, a justiça tem mostrado  é mais do que isso e está prosseguindo com as ações. São pelo menos dois processos por improbidade administrativa, violação de princípios administrativos, danos ao erário e enriquecimento ilícito, que juntos chegam a somas milionárias.
Somas pelas quais ele responderá à justiça acusações improbidade, danos ao erário e enriquecimento ilícito que supostamente  teria cometido durante o período que comandou a prefeitura da cidade.
São pelo menos cinco ações judiciais correntes que devem ocupar o vice-prefeito ocupante da cadeira do titular Rosiel Costa (PR).


I

Uma delas é uma Ação Civil de Improbidade Administrativa envolvendo a soma de nada mais, nada menos de R$ 459.316,00, (N.0000521-49.2015.8.14.0067), no escopo da qual o vice-prefeito José Antônio Castro, hoje exercendo a função do titular,  já foi notificado no Diário de Justiça do dia 10\06, E que portanto, considerando o prazo de praxe, já deve ter apresentado alguma defesa. Contudo, na defesa prévia o juiz Daniel  Bezerra Girão, ao decidir prosseguir com a ação indicou que não estava convencido da inexistência de atos de improbidade.  



II
A segunda Ação de Improbidade Administrativa de número 0004766-40.2014.8.14.0067  somando o valor de  R$ 227.820,00 e sobre o qual o juiz  da comarca atestou em certidão recente que: 


" [...] não está convencido, de plano, da inexistência de ato de improbidade. A manifestação prévia do réu não oferece elementos capazes de afastar a hipótese levantada pelo autor da ação. Plausibilidade das alegações acompanhada de indícios suficientes para o início do processo(Doc. 2015.02016906-57)

III

Há  ainda um terceira Ação Civil Pública (processo 0004768-10.2014.8.14.0067) que envolve a soma de R$ 582.747,32. Sobre este, José Antônio Castro, via advogados, também já manifestou-se previamente. Mas lê-se que  o juiz  também concluiu  atestando que:

"Na hipótese dos autos, este juízo não está convencido, de plano, da inexistência de ato de improbidade. A manifestação prévia do requerido não oferece elementos capazes de afastar a hipótese levantada pelo autor da ação. Plausibilidade das alegações acompanhada de indícios suficientes para o início do processo.Sendo assim, recebo a petição inicial e determino a citação do demandado para contestar a ação no prazo legal, a teor do que prescreve o artigo 17, §9º da Lei 8.429/92"(2015.01998915-98)

E a notificação a José Antônio Castro saiu no Diário de Justiça do Dia 11\06. 
IV

Ainda uma Ação Civil Pública que o acusa de Dano ao Erário, Enriquecimento ilícito  e Violação aos Princípios Administrativos, uma causa no valor de R$ 172.758,98, e que mesmo depois da defesa prévia de José Antônio Castro, conforme consta no documento 2015.01998915-98, que até onde é possível verificar no sistema on line do TJE-PA, está correndo a passos largos para definição de prosseguimento ou não. Foi encaminhada em meados de Junho ao promotor e já está de volta ao gabinete do juiz - logo teremos novidades aqui.

V

E ainda uma quinta  ação, de número 0004786-31.2014.8.14.0067, que também trata de Enriquecimento ilícito e  violação aos Princípios Administrativos. É possivel perceber também rápida movimentação no último mês e que deve também seguir em frente por não ter ocorrido nenhuma manifestação de defesa prévia, conforme informam as certidões publicadas pelo juiz Daniel Girão no documento 2015.01584711-43.

UFFA!!

Será que a mandinga do Bôto  vai funcionar com a justiça mocajubana? 

Lembrando que tais processos seguem ritos civis e ritos penais também. Destaquemos que a iniciativa de levar a cabo as denúncias foi do "grupo rosielsista". Contudo, aceitá-las ou rejeitá-las depende do sistema de justiça que envolve o juiz da Comarca Daniel Girão e a Promotoria de Justiça do Estado em Mocajuba (PA) representada pelo promotor Claúdio Bueno. Para nós leigos significa que, nestes casos, o juiz decide, mas o promotor avalia e dá seu parecer também. 
Matéria: Carmem Américo
http://amazonidas.blogspot.com.br/2015/07/mocajubajose-antonio-macedo-de-castro-o.html

TRAGÉDIA NA TRANSCAMETÁ

6 MORTOS NA TRANSCAMETÁ

De acordo com testemunhas, o grave acidente aconteceu por volta das 15h deste domingo(26), na rodovia Transcametá, na altura do Km 50 próximo a uma ponte.
Segundo informações de populares, oito pessoas estavam na cabine do caminhão indo tomar banho no rio Ipaú, localizado no Km 60 da Transcametá quando o acidente aconteceu.
O lugar é muito frequentando por moradores da região, principalmente aos domingos, onde muitas pessoas costumam se encontrar para se divertir.
Ainda de acordo com testemunhas, quando estavam saindo do Km 50, o motorista identificado inicialmente como “Rodrigo” perdeu o controle do veículo, bateu em um barranco e capotou após passar sobre uma ponte.

Dos oito ocupantes do automóvel, seis vieram a óbito na hora. Entre os mortos uma criança com idade entre 5 a 10 anos. O motorista e uma criança foram os únicos sobreviventes da tragédia. O motorista com suspeita de fratura no braço e a criança de 8 meses identificada como Iago teve escoriações leves. Ambos foram conduzidos ao Hospital Regional de Tucuruí.
Segundo informações não confirmadas, o motorista (Rodrigo) teria pego caminhão escondido do patrão quando a fatalidade aconteceu.

Entre as seis vítimas fatais, a diretora da escola Raimundo Monteiro identificada como Ana Maria Lopes, moradora do município de Tucuruí será velada em Cametá, sua terra natal. Além da diretora, também veio a

Ana Maria Lopes

óbito uma mulher identificada como Maria Suely Souza Alves, também moradora de Tucuruí.  Sueli, sua filha e uma neta também morreram. Outras 3 pessoas serão veladas em Concórdia do Pará.


Confira os nomes de todas as vítimas:  Maria Sueli Souza Alves; Ana Paula Alves Mendes; Ana Maria Lopes; Elizângela Souza Mendes; Erica Vitória Mendes e Uemili Riana Souza Mendes.

Ana Maria Lopes

No momento do acidente populares ainda tentaram ajudar as vítimas, mas nada podia ser feito, as seis mortes foram imediatas.
Segundo equipes que realizaram os primeiros atendimentos, o motorista apresentava sinais de embriaguez e conduzia o automóvel sem documento de habilitação.

Os corpos foram removidos por equipes do Instituto Médico Legal e encaminhados ao Centro de Perícias Renato Chaves. Até o momento não tem previsão do horário que eles serão liberados.
Matéria: Paco Martins: http://www.sistemafloresta.com.br/floresta-news/acidente-deixa-6-mortos-e-2-feridos-na-rodovia-transcameta/