Este site é pessoal e tem o foco principal, nas notícias e fatos de interesse de nosso povo e das nossas coisas. Então, significa que não temos equipe e nem tempo para informar tudo o que acontece em Baião e região, ficando ao nosso critério divulgar as informações mais relevantes.
"Vote na enquete, assista os vídeos, deixe seu comentário e divirta-se."
Loading...

terça-feira, 14 de novembro de 2017

DIVULGADO GABARITO OFICIAL DO ENEM

DIVULGADO GABARITO OFICIAL DO ENEM
Acesse o site abaixo:
https://g1.globo.com/educacao/enem/2017/noticia/gabarito-do-enem-2017-e-divulgado.ghtml?utm_source=push&utm_medium=app&utm_campaign=pushg1

TOMA POSSE NOVO PREFEITO DE TUCURUÍ

TOMA POSSE NOVO PREFEITO DE
TUCURUÍ 

Tomou posse nesta manhã, 14, o presidente da câmara municipal de Tucurui, vereador Bena Navegantes(PROS).
Bena Navegantes, assume a interinamente a prefeitura de Tucurui, em virtude do afastamento do prefeito Artur Brito , ter sido afastado da administração da cidade, sob suspeita de tentar fraudar licitação.
Foto. Paco Martins.

GOLPES DE FALSOS MENDIGOS, MUDOS, E PARALÍTICOS

GOLPES DE FALSOS MENDIGOS, MUDOS, E PARALÍTICOS
Cuidado para quem você dá ajuda na rua.
Se aproveitando da boa fé das pessoas, inúmeros desocupados, atacam os transeuntes com falsas necessidades, apelando para que as pessoas dêem dinheiro.

VÍDEO DO RESGATE DOS EQUIPAMENTOS DA BANDA CAFERANA MELODIA

VÍDEO DO RESGATE DOS EQUIPAMENTOS DA BANDA CAFERANA MELODIA
Que desceu desgovernado a ladeira do porto Imperatriz, em Baião, dia 12/11,  sendo engolido pelas águas do rio Tocantins.
Acesse o link abaixo e veja.

https://www.facebook.com/correiobaionensejornal/videos/1128243557310649/

ENDURECIMENTO DA PENA

ENDURECIMENTO DA PENA
Câmara aprova fim da progressão de regime para assassino de policial

A proposta que prevê prisão em regime fechado, sem direito a progressão de regime, para condenados pelo assassinato de autoridades e agentes de segurança pública foi aprovada pelo Plenário da Câmara dos Deputados nesta quinta-feira (9/11). Agora, a matéria será analisada pelo Senado.

O Projeto de Lei 8.504/17 define que a progressão de regime não será aplicada nos crimes de lesão corporal dolosa de natureza gravíssima e de lesão corporal seguida de morte praticados contra policiais federais, civis e militares e integrantes do sistema prisional e da Força Nacional de Segurança Pública.

A redação dada pelo projeto, que altera a Lei de Crimes Hediondos (Lei 8.072/90), deixa de considerar crime hediondo a posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito porque essa especificação já foi definida no mês passado, com a promulgação da Lei 13.497/17.

O texto aprovado também altera a regra geral para a progressão de regime nos casos de crimes hediondos, da prática de tortura, do tráfico de drogas e do terrorismo. Nesses casos, a progressão de regime só ocorrerá após o cumprimento de metade da pena, se o apenado for primário, e de 2/3 da pena, se reincidente.

Atualmente, a Lei de Crimes Hediondos permite a progressão de regime após o cumprimento de 2/5 da pena em regime fechado, se o preso for réu primário, e de 3/5, se for reincidente. O apenado por crime hediondo não tem direito a indulto, anistia, graça e fiança. Com informações da Agência Câmara.

Fonte: https://www.conjur.com.br/2017-nov-09/camara-aprova-fim-progressao-regime-quem-mata-policial

PREFEITO ARTUR BRITO FOI AFASTADO. ACUSADO DE EXIGIR R$ 2 MILHÕES DE EMPRESÁRIO.

PREFEITO ARTUR BRITO FOI AFASTADO. ACUSADO DE  EXIGIR R$ 2 MILHÕES DE EMPRESÁRIO.

Artur de Jesus Brito, prefeito de Tucuruí, foi afastado do cargo hoje, segunda-feira (13), por determinação do juiz substituto Pedro Enrico de Oliveira, respondendo pela 1ª Vara Cível e Empresarial da Comarca do município. A decisão atendeu pedido do Ministério Público do Estado do Pará que denunciou o gestor por improbidade administrativa.

No dia 8 deste mês a promotora Amanda Luciana Sales Lobato lavrou termo de depoimento prestado por Alexandre França Siqueira, sócio da empresa Siqueira Locações Ltda, que informou mobilização do prefeito, do secretário de Obras Florivaldo Vieira Martins e do chefe de gabinete Wilson Wischanski para realização de fraude em licitação.




De acordo com a denúncia, a empresa em questão mantinha contrato público-administrativo de locação de máquinas pesadas com a prefeitura. O sócio informou que no dia 16 de outubro, por volta de 19 horas, se encontrou no prédio da administração municipal com o secretário e o chefe de gabinete. Na ocasião, Wischanski teria solicitado, em nome do prefeito Artur Brito, que Alexandre alterasse as medições realizadas em obras públicas de responsabilidade da empresa, certificando a realização do dobro do serviço efetivamente prestado.

Alexandre informou, ainda, que o valor mensal aproximado das medições era de cerca R$ 1 milhão e que os dois funcionários da prefeitura solicitaram serem dobrados os meses de outubro e novembro, o que geraria R$ 2 milhões em sobejo. A quantia, ainda de acordo com o depoimento, deveria ser entregue nas mãos do prefeito.

Alexandre afirma ter indagado qual seria a origem do recurso destinado à fraude, ao que o chefe de gabinete teria informando que havia um elevado valor depositado na conta de ICMS da prefeitura junto à conta no Banpará. Declinou, ainda segundo o depoimento, que a incumbência de formular a proposta havia partido do próprio prefeito e que este determinou que "um assunto" deveria ser resolvido pelo chefe de gabinete, sendo que a solução para o "assunto" estava no contrato firmado entre a Fazenda Pública Municipal e a empresa representada por Alexandre.

De acordo com a denúncia, Alexandre se negou a realizar as medições e ouviu dos dois funcionários que o momento era oportuno para a gestão do prefeito contar com parceiros, sendo que se Alexandre não participasse da fraude essa seria uma demonstração de que não era parceiro do prefeito.

Diante da negativa de participação, no dia 7 deste mês, a empresa foi notificada pela prefeitura de que seria realizada a rescisão unilateral dos dois contratos público-administrativos firmados entre as partes. Para o MP e para o sócio da empresa, isso foi represália diante da negativa em participar da fraude. Ele acrescentou ter conhecimento de que uma empresa de Parauapebas estaria firmando pré-acordo com a prefeitura de Tucuruí para agir ilegalmente.

Outra sócia da empresa, Mariza Costa, também prestou depoimento informando ter recebido no final de outubro diversas chamadas telefônicas do secretário de Obras e do chefe de gabinete, ambos solicitando reuniões urgentes com Alexandre, mas sem informar o teor. Ela acrescentou que a mãe do prefeito, Josinede Silva Brito, que atualmente está presa pela morte do ex-prefeito do município, também telefonou procurando por Alexandre e afirmando ter assunto importante para tratar com ele.

Por fim, os promotores ainda sustentaram na denúncia que desde setembro de 2017 o portal da transparência não é atualizado em relação às despesas realizadas, o que está impossibilitando a fiscalização pelo MPPA.

O magistrado determinou o afastamento a partir do dia e hora que o prefeito for notificado, acrescentando que em até 24 horas o presidente da Câmara Municipal de Tucuruí deverá assumir o cargo, uma vez que está vago o cargo de vice-prefeito do município.

NOTA DA PREFEITURA

"Em cumprimento a decisão judicial proferida pelo Juiz Substituto que responde pela 1ª Vara Cível e Empresarial da Comarca de Tucuruí, Pedro Enrico de Oliveira, nesta segunda-feira (13), a Prefeitura de Tucuruí informa que acata e cumprirá a determinação liminar que decidiu pelo afastamento temporário do prefeito Artur Brito, em função de denúncia junto ao Ministério Público por improbidade administrativa.

Todos os serviços prestados pela Prefeitura de Tucuruí estão em pleno andamento e o vereador presidente da Câmara Municipal de Tucuruí, Benedito Joaquim do Campos Couto, assume interinamente como prefeito".

HISTÓRICO

No dia 30 de outubro, um choque de 1.000 volts eletrizou a vida política em Tucuruí. Após uma operação policial com prisões e busca e apreensões, a mãe do prefeito Artur Brito, Josineide Silva Brito, foi presa, acusada de ser a mandante da morte do prefeito Jones William, assassinado em julho deste ano. Mais três pessoas foram presas durante a operação que investiga a morte do prefeito anterior.

Segundo a polícia, dois suspeitos acusaram Josineide de mandar matar o prefeito. Um deles foi Paulo Ricardo Oliveira. Ele teria confessado participação no crime. A polícia diz que os depoimentos reforçam as provas técnicas colhidas no inquérito. Segundo as investigações, a mãe do atual prefeito de Tucuruí planejou o crime motivada por questões financeiras.

“Na cabeça dela, sendo morto o Jones, seu filho assumiria o comando da gestão municipal e a partir daí ela poderia tirar proveito financeiro e econômico da gestão municipal”, diz o delegado geral da Policia Civil, Rilmar Firmino.

Jones William, do PMDB, de 42 anos, foi morto a tiros enquanto vistoriava obras para tapar buracos em uma estrada na cidade. Artur Brito, vice de Jones, disse que ficou surpreso com a prisão da mãe. “Não tenho nenhum envolvimento”.

Bruno Marcos, suspeito de atirar contra Jones, foi preso em setembro no aeroporto de Belém. Ele nega participação no crime, mas, segundo a polícia, Bruno teria recebido cerca de 100 mil reais dos mandantes para matar o prefeito.  (Luciana Marschall)

https://www.correiodecarajas.com.br/post/prefeito-de-tucurui-e-afastado-por-exigir-r-2-milhoes-em-fraude
JOVEM ENCONTRADO MORTO NA PA-151.
Nesta manhã, 13, foi encontrado na estrada, o  corpo de  Bianor Tavares, por volta de 07h.
Moradores  encontraram o corpo  próximo a entrada da cidade de Mocajuba.
Bianor, morava em Tucurui, e viajou até sua terra natal, vila do Carmo, para rever a família e participar da festividade de São Benedito, que acontecia na vila de Moiraba.
No retorno da festa, sofreu acidente de motocicleta na estrada do  Guariba, e veio a óbito.
A vítima tinha chegado na região há três dias.
Com informações de Gabriel Melo.

ACIDENTE COM BANDA Caferana Melodia.

ACIDENTE COM BANDA Caferana Melodia.
Novas informações.
Atualizado ás 14:46h.
Registramos o local do acidente com o caminhão da banda que  aconteceu por volta de 7:30h da manhã deste domingo,12, em Baião.
O veículo carregado de equipamentos do grupo, desceu a ladeira desgovernado por falta de freio, vindo ser engolido pelas águas do rio.
Mergulhador  já vistoriaram e encontraram o veículo a cerca de 10m de profundidade, e segundo ele, o veículo está virado, porém, a carga está toda presa nas cordas.
O porto da Imperatriz, onde o fato aconteceu, é frequentado por moradores da redondeza que normalmente, como se vê nas fotos, tomam banho, lava-se carros e motos, pois, a margem do rio Tocantins, neste local,  o terreno é arenoso, e parece mais uma praia. Se fosse mais tarde do dia, poderia ter várias vítimas.
ATUALIZANDO.


RESGATADO EQUIPAMENTOS DA BANDA Caferana Melodia.
Desde o final da tarde de ontem, 12, mergulhadores de Cametá, trabalharam até noite adentro, e conseguiram resgatar todos os instrumentos, telão de LED, refletores, iluminadores, e até o gerador de energia. Os trabalhos continuaram pela manhã para retirada do caminhão.
Fotos

Foto, PCmenezes, via celular.

quinta-feira, 2 de novembro de 2017

PRESA QUADRILHA DE ASSALTANTES DE BANCOS

PRESA QUADRILHA DE ASSALTANTES DE BANCOS
Nesta quarta-feira (1º), a Polícia Civil em conjunto com as Polícias Militares do Pará e de Goiás, prendeu 7 pessoas – 3 mulheres e 4 homens – durante uma operação batizada de Lampião, deflagrada no Sudeste do Estado, com o objetivo de cumprir diversos mandados de prisão preventiva, busca e apreensão domiciliar e condução coercitiva.

Segundo a polícia, a quadrilha, composta por Jurandi Gomes da Silva (Pablo Ferreira) vulgo “Toca”, Edivaldo Batista da Silva, Vulgo “Junior, João ou Buxudo”, Andreia Santos Perlinski, Leandro Soares da Silva e Helena Lima da Silva, Vanderlan Reis Andrade (Nenzim) e Rosivania Gomes Dos Santos (Rose), atuava criminalmente na modalidade conhecida como “vapor” ou “novo cangaço”, com uso de explosivos.





Os policiais acreditam que os acusados foram os responsáveis por crimes praticados contra bancos das cidades de Sapucaia (6 de setembro), em São João do Araguaia (21 de setembro), em  Eldorado dos Carajás (5 de outubro) e em Filadélfia (TO) no dia 29 de outubro. O bando já planejava realizar outros assaltos na região.

O modus operandi, utilizado pela quadrilha durante a fuga dos crimes, iam além do método comum utilizado por outras quadrilhas e do conhecimento da Polícia. Eles utilizavam mulheres e até crianças no resgate, em carros em nome próprio, para descaracterizar a ação criminosa.

Dentre os 7 presos, só dois são de fora do Pará e 5 tem mandados de prisão. Os Mandados foram cumpridos na Folha 33, núcleo da Nova Marabá, Jardim Vitória, Bairro do Aeroporto, km 11 morada nova em Marabá, bem como No Bairro Centro da Cidade de São Domingos do Araguaia.

APREENSÃO 
Durante a operação foram apreendidos aproximadamente 4 quilos de maconha, 1 revólver calibre 44 com numeração raspada com seis munições, uma espingarda 22 com munições, um revólver calibre 38 com numeração raspada e 06 munições do mesmo calibre, quantia de R$ 10.030,00 em dinheiro, R$ 2.549,00 de notas avariadas por material explosivo e ainda cinco veículos apreendidos entre automóveis e motocicletas.


As investigações apontam que o grupo era organizado, onde cada integrante tinha sua participação e capacidade de mobilização, promovendo interação criminosa inclusive com bandidos de outros Estados da Federação.
Fonte: http://portaltailandia.com.br/para/7-pessoas-sao-presas-acusadas-de-envolvimento-com-assaltos-bancos-no-para/