Este site é pessoal e tem o foco principal, nas notícias e fatos de interesse de nosso povo e das nossas coisas. Então, significa que não temos equipe e nem tempo para informar tudo o que acontece em Baião e região, ficando ao nosso critério divulgar as informações mais relevantes.
"Vote na enquete, assista os vídeos, deixe seu comentário e divirta-se."
Loading...

terça-feira, 1 de setembro de 2015

MORADORES FECHAM A TRANSCAMETÁ

MORADORES FECHAM  A TRANSCAMETÁ

Moradores da comunidade quilombola da Vila Igarapé Preto realizam um protesto  desde a manhã desta terça-feira (1º) na 

Foto: Laise Rodrigues

região do quilômetro 76 da rodovia BR-422, em uma área rural nas proximidades do município de Baião.
único sobrevivente da chacina,  o motorista do caminhão, fugiu e está preso em Tucuruí.


 "Cerca de 100 moradores da comunidade Quilombola de Igarapé Preto realizam um protesto fechando os dois sentidos do quilômetro 76 da rodovia BR-422 - Transcametá, próximo ao município de Baião, na manhã desta terça-feira (1º). O protesto é para pedir mais segurança na área. No último dia 23 de agosto uma moradora da comunidade quilombola foi estuprada e morta no local.
Antes de serem mortos, os suspeitos foram amarrados enquanto se aguardava a chegada da Polícia, porém, a revolta da população era muito grande, e os três foram mortos pelo povo enfurecido. Quando a Polícia chegou, os homens havia sido mortos.


Os moradores exigem a criação de uma delegacia de polícia para combater os crimes violentos. Maria Madalena Lopes Pereira foi estuprada e morta no dia 23 de agosto deste ano, mas o corpo só foi encontrado dia 26.
A vítima, Maria Madalena

 A Polícia Civil de Baião investiga o caso. Os familiares da vítima suspeitam de empregados de uma madeireira que existe na área."
Os funcionários de uma madeireira que foram mortos na Vila de Igarapé Preto


O protesto começou por volta de 7 h na rodovia e será mantido por tempo indeterminado. Os manifestantes pedem segurança para a área.