Este site é pessoal e tem o foco principal, nas notícias e fatos de interesse de nosso povo e das nossas coisas. Então, significa que não temos equipe e nem tempo para informar tudo o que acontece em Baião e região, ficando ao nosso critério divulgar as informações mais relevantes.
"Vote na enquete, assista os vídeos, deixe seu comentário e divirta-se."
Loading...

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

MULHER MORTA EM CHACINA EM IGARAPÉ PRETO

MULHER É MORTA EM CHACINA

A vila de Igarapé Preto tem cerca de 1.500 habitantes e localizadas nas confluências dos Municípios de Baião/ e Oeiras do Pará, E uma Comunidade quilombola e nos finais de semana e bastante visitados por turista; atraídos pelos balneários, existente nesta localidade.
                A vila foi sacudida pelo desaparecimento misterioso de uma dona de casa, Maria Madalena Lopes Pereira, mãe solteira, de 36 anos e moradora da localidade, que desapareceu desde o dia 23/08.O clima de suspense se explica, já que a desaparecida, tinha três filhos e não costumava deixa-los a sós.
                Ontem (26/08) a comunidade foi despertada pelas noticias que haviam encontrado o corpo da mulher, em uma mata entre as vilas de Cupu e França. Segundo testemunhas, ela teria sido violentada e morta de forma brutal. A vítima pertence a mesma família do jovem Antenor, que no ano passado também foi assassinado a golpe de terçados naquela vila.
                O corpo da mulher  estava em estado adiantado de putrefação, foi resgata pelo IML -  Instituto Médico Legal, do escritório de Abaetetuba, para perícia. A polícia investiga o caso, mas não tem pista do criminoso.


Obs: Esta matéria será destaque na edição nº 45 do Correio Baionense, que circulará na próxima terça feira, 01/07.



OUTRAS CENAS DE VIOLÊNCIA EM IGARAPÉ PRETO
A senhora Lucia Pereira,mãe de 06 filhos, Viúva, que vive maritalmente com  Marcos Costa Bahia, foi  agredida durante uma festa dia  23/08, em um balneário em frente a residência da domestica, quando o povo que participava da festa, percebeu que o Lanterneiro: Marcos Costa Bahia, 37 anos (VULGO (JEK), Natural do vizinho Municipio-Breu-branco, atirava pedras pela janela da casa, com roupas, Carro de bebe, Mala e pertences da Família. 

Neste momento chega os Vaqueiros Nômades para participa da festa, Vendo a cena acontecer ,fez Justiça com as próprias Mãos. O grupo agarrou o acusado foi agredido violentamente pelos homens, que devolveu peças de roupas e pertences sobre tapas e pontapés, ouve tumulto porque todos queriam participa do momento de selvageria.

 Esta cena se repetiu a seis meses atrás, quando a população resolveu dá uma surra no acusado. A onda de violência contra a doméstica Lucia Pereira dos Santos, que é mãe de seis filhos e viúva, já vem ocorrendo a bastante tempo, Humilhação, violência corporal, maus tratos e preconceito contra a domestica. Já existe um processo contra o indivíduo  tramitando no fórum da comarca de Baião.
Com informações da página no facebook/Vila de Igarapé Preto