Este site é pessoal e tem o foco principal, nas notícias e fatos de interesse de nosso povo e das nossas coisas. Então, significa que não temos equipe e nem tempo para informar tudo o que acontece em Baião e região, ficando ao nosso critério divulgar as informações mais relevantes.
"Vote na enquete, assista os vídeos, deixe seu comentário e divirta-se."
Loading...

terça-feira, 7 de julho de 2015

ENTREVISTA DO "DR. LOCA"

ENTREVISTA
Atendendo a diversos pedidos de internautas, e devido a edição ter se esgotado nos jornaleiros, estaremos publicando a entrevista do médico Lourival Menezes, que foi publicada na edição nº 43, que circulou dia 26/06, nas ruas da cidade.


Com objetivo de buscar idéias e sugestões para o desenvolvimento de Baião, apresentaremos nas próximas edições uma série de entrevistas com personalidades baionense, que tenham projetos voltados para impulsionar o progresso do município de Baião e de Mocajuba.
Nosso primeiro entrevistado será o médico renomado Lourival Menezes, mais conhecido pelo carinhoso apelido de infância “Dr. Loca”. 
Menino de origem humilde filho de um pequeno comerciante o qual também exerceu o cargo de vereador em nossa cidade ,que viveu toda a sua infância em Baião e frequentou as escolas de nossa cidade, partindo para a capital do estado quando não havia mais estudos. Ingressou na faculdade de Medicina se formando médico aos 24 anos de idade pela UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PARÁ. No ano seguinte partiria para São Paulo em busca de uma melhor formação profissional se especializando na Área de ginecologia e obstetrícia com mestrado em Oncologia pélvica pela ESCOLA PAULISTA DE MEDICINA. Atua no município de Tucuruí, onde é concursado pelo Município e pelo Estado no Hospital Regional . Proprietário do CENTRO MÉDICO DE TUCURUÍ (CEMET). Mantêm empreendimentos em Baião como prédios, fazenda e um projeto de reflorestamento com 80 mil pés de Paricá.
Como empresário visionário, acredita numa Baião melhor. Sempre menciona seu amor por esta cidade e hoje é grande  investidor, como ninguém. Vamos lutar para que este processo político para renove e transforme nossa cidade  numa economia sustentável com melhorias na educação, na saúde, na segurança pública, na agricultura e no urbanismo pra embelezar nossa cidade com capacidade de agregar mais turistas pra fomentar nossa economia local.

CORREIO BAIONENSE: Ultimamente temos visto crescer a violência em Baião, qual sua sugestão para atacar o problema?
LOURIVAL MENEZES:  Defendo uma central de inteligência policial com monitoramento das entradas e saídas da cidade cuja a função e atuar na prevenção do crime, integrando a polícia militar, civil e municipal. O papel principal é proteger os bancos ,combater o tráfico de drogas e restaurar a paz na nossa cidade. Buscar parceira com o estado para melhorar o nosso contingente policial e com o projeto PROPAZ com criação de uma unidade pacificadora em nossa cidade (que está em obras).Precisamos combater o tráfico e o consumo de drogas, uma vez, que a droga é o principal propulsor da criminalidade os traficante assaltam os bancos para se capitalizar e o usuário assalta e comete outros crimes para manter o vício. 

CORREIO BAIONENSE:  A agricultura do município já foi pujante, no passado, quando  fomos grandes produtores de café, arroz e hoje estas culturas não atendem nem o comércio local. Como fixar o homem no campo evitando o êxodo pra cidade
LOURIVAL MENEZES:  Implementar políticas voltadas para o fortalecimento da agricultura e do homem do campo. Abrir caminhos para projetos de reflorestamento, em especial o PARICÁ a exemplo de Paragominas, transformando Baião em município verde com sustentabilidade ecológica e econômica, Valorizar o cultivo da policultura pimenta do reino, cacau e açaí. Valorizar a agricultura familiar com cultivo de  hortas, criação de galinhas ,suínos , caprinos e peixes. Ela  é a  chave para o nosso crescimento econômico, uma vez que não temos minérios , nem projetos federais como hidroelétrica e nem indústrias capazes de gerar dividendos para nossa população. Precisamos ter uma secretaria forte na agricultura com recursos próprios do município, através de um fundo de investimento municipal e privado, para isso é preciso buscar os bancos como instrumento fomentador da nossa agricultura ,através. do FNO

CORREIO BAIONENSE: Baião terra rica ecologicamente, porém pobre em turismo, que é a maior industria sem chaminé do mundo. Como atrair turistas para gastarem no município, gerando emprego e renda?
LOURIVAL MENEZES: Criando infra estrutura em nossa cidade pra fortalecer o turismo com valorização de nossas belezas naturais. È preciso criar condições de urbanização como asfalto ,abastecimento de água e luz elétrica para melhor atender nosso turista. Faz-se necessário dotar de meios de acessibilidade para os pontos turísticos de Baião. Apoiar a rede hoteleira e de restaurante para garantir hospedagem e boa alimentação. Promover eventos como atrativo pra nossa cidade. Faz se urgente melhorar a semana estudantil com a criação de uma liga de clubes participantes com autonomia de gestão para fortalecimento dos clubes. Com os clubes fortalecidos financeiramente teremos uma melhor semana. A prefeitura entrará com um patrocínio e os clubes vão promover o evento, através de uma liga independente formada por clubes.

CORREIO BAIONENSE:  A saúde em todo país está caótica, como criar um padrão de excelência em saúde no município? 
 LOURIVAL MENEZES: Melhorar o serviço de atenção básica com criação de polos regionais de atendimento no Ituquara e no Umarizal. Na cidade fazer o hospital funcionar em sua plenitude no regime de plantão nas especialidades básicas de cirurgia, clinica e pediatria com serviço de anestesia e banco de sangue. A criação de polos regionais visa prover estas regiões afastadas de nossa cidade com um poder resolutivo de atendimento e tratamento com médico e profissionais capaz de garantir este serviço. Pactuar com Tucurui serviços de saúde não realizados em nossa cidade é uma das alternativas e, criando as ambulanchas para transportes de doentes ribeirinhos e remoção de pacientes graves para TUCURUÍ.

CORREIO BAIONENSE: Assim como a saúde, a educação enfrenta grandes problemas como a evasão escolar. O que fazer para melhorar o sistema? 
LOURIVAL MENEZES: Buscar uma escola integral com alimentação e dedicação exclusiva de professores. Fazer o aluno ficar os dois turnos na escola com atividades físicas , intelectuais e profissionalizante com projetos no BANCO DE DESENVOLVIMENTO INTERNACIONAL. Valorizar o professor em sua plenitude financeira e social como instrumento transformador de nossa cidade.  No BID (banco de desenvolvimento interamericano) existem recursos para financiar a  nossa educação, com projetos para melhorar os nossos índices educacionais. A criação de cursos profissionalizantes para os nossos jovens voltados para nossa realidade local e buscando para esta juventude uma profissão e evitando o caminho da marginalidade. Defendo uma escola integral com valorização do professor, o maestro e formador de profissionais que podem mudar a realidade de uma população. A educação e o conhecimento é o meio mais rápido para o desenvolvimento social e econômico de um povo.

CORREIO BAIONENSE: Suas considerações finais.

LOURIVAL MENEZES: Agradeço a oportunidade para manifestar nossas idéias, para a melhoria deste  lindo e rico município que apesar de trabalhar em Tucuruí, temos acompanhado de perto tudo que acontece nesta terra abençoada.
Na próxima edição estarão sendo entrevistados, outras personalidades que tenham idéias e projetos para o desenvolvimento de Baião, Mocajuba e região.



Originalmente a entrevista, fez parte da página 05 da edição 43.